Página InicialNotíciasColunasClassificadosVídeosÁudiosEntretenimentoMulherVocê RepórterNewsletter

  Agricultura | Bahia | Cidadania | Educação | Esporte | Geral | Justiça | Polícia | Política | Saúde | Turismo | Sustentabilidade | Legislativo | Mulher
PUBLICIDADE

Estudante de Alcobaça é premiada em concurso nacional de redação
Acom /Fibria - Data: 10/04/2028 - 17:45:37

A aluna Thaiz Caldas foi uma das sete premiadas pelo Concurso Tempos de Escola no Extremo Sul da Bahia

“Fiquei alegre em ver o reconhecimento, principalmente do trabalho da professora Kátia, minha personagem, que deu valor à redação que fiz. Sua história me inspirou e foi uma forma de reconhecimento público ao trabalho que ela realizou pela educação. Eu fui um instrumento, vi na história dela uma boa história e venci!”, disse orgulhosa a aluna Thaiz Vitória Caldas, da Escola Estadual “Eraldo Tinoco”, ao receber o prêmio do Concurso Tempos de Escola.
A premiação ocorreu na última segunda-feira (26/04), na Casa de Cultura de Alcobaça, com a presença da comunidade, alunos e do prefeito municipal, Leonardo Coelho Brito, que destacou a importância da educação. “A realização deste concurso é importante não só para o município e para a região, mas para os alunos. Assim terão motivação e interesse em participar, interagindo com as ações da educação que é importante para tudo e para nós é prioridade, até porque é o fundamento de todas as ações que temos que fazer para o desenvolvimento do município e do País”, disse o prefeito. A estudante recebeu como prêmio uma máquina fotográfica digital, além do certificado de participação no concurso. A escola de Thaiz também foi premiada com uma Maleta Democracia, com materiais pedagógicos do Canal Futura.
A vice-diretora do colégio “Geraldo Tinoco”, Maria da Ajuda Santos Barros, enfatizou que o concurso é um grande incentivo para os jovens e a oportunidade para mostrar o seu potencial. Vinicius Fassarella Modenesi, analista de Operações Florestais da Fibria e mobilizador social, agradeceu a participação e o empenho de todos, lembrando que a educação deve ser sempre o motivo para vencer. “Quanto mais você estuda, maiores as chances de conseguir um emprego e ter melhores condições de vida”, disse ele, acrescentando que a edição 2010 do Concurso Tempos de Escola deve ter seu início em maio.
O Concurso Tempos de Escola faz parte do projeto Parceria Votorantim pela Educação, promovido pelo Instituto Votorantim, em parceria com o MEC, o Canal Futura e Fibria. Em 2009, o concurso recebeu 547 inscrições vindas de 13 estados e 26 municípios participantes. Dos 25 ganhadores nas categorias Ensino Fundamental (séries finais) e Ensino Médio, sete são do sul da Bahia e um do norte do Espírito Santo, áreas de atuação da Fibria.
O Concurso é uma ferramenta de sensibilização de jovens estudantes do projeto Parceria Votorantim pela Educação, que tem o objetivo de mobilizar a sociedade em favor da melhoria da educação básica em diversas regiões do país.
Confira a redação premiada de Thaiz, do município de Caravelas:
Escola Estadual “Eraldo Tinoco” - Alcobaça
Diretor: Celso Alves de Oliveira:
Professora de Redação Comercial, Metodologia: Aline Passos Araújo, que orientou a aluna nesse trabalho.
É assim que se faz educação
Autora: Thaiz Vitoria Caldas Costa
O Brasil é um país muito extenso e sabemos que levar a educação por todo o território ainda é uma utopia, mas, graças a algumas pessoas, esse sonho tem se tornado realidade. Um exemplo concreto desse impulso para a propagação da educação é a professora Kátia Bastos Lessa.
Carioca, 57 anos, residente na cidade de Alcobaça, no extremo sul da Bahia desde 1983, Kátia lutou muito pela educação neste município, sendo precursora do ensino da educação sexual dentro da sala de aula, trabalhando na prevenção pela gravidez indesejada na adolescência.
Além de cumprir o seu papel como educadora, supria o papel de psicóloga e assistente social para aqueles jovens necessitados de alguém que se interessasse por eles verdadeiramente. E assim, começou a quebrar todos os tabus em relação a este assunto, sendo até vista como uma pessoa avançada para o seu tempo e irreverente, na visão de alguns. Mas, mesmo assim, continuou seu trabalho e, percebendo a falta de informações e as condições precárias de muitos, passou a dar dicas de higiene corporal em suas aulas, pois os alunos, em sua maioria, trabalhavam com mariscos e, por não terem recursos nem ajuda de ninguém, não sabiam como se higienizar de uma forma simples e satisfatória. Através destas dicas, os alunos foram melhorando e a comunidade também, pois um passava os conhecimentos para o outro. Dessa forma, Kátia ficou conhecida como a professora que “ensinou os alunos a tomarem banho”.
Mas, segundo a professora, o seu melhor trabalho foi ativar uma biblioteca que estava por anos enclausurada em um depósito de livros e totalmente inadimplente. Com a ajuda da secretária de educação da época, Cecília Caíres, elas conseguiram reestruturar e reativar a Biblioteca Rui Barbosa, no Centro Educacional de Alcobaça. Sendo, logo depois, a primeira Técnica em Biblioteca Pública Municipal, formada pelo Departamento de Biblioteca Pública da Bahia, nos Barris / Salvador. E, a partir deste trabalho, Kátia passou a fazer um trabalho de capacitação com outras pessoas, crescendo o número de bibliotecários no município de Alcobaça.
Anos depois, foi trabalhar como professora no Projeto 40/45 do Movimento Sem Terra no distrito de Alcobaça, onde participou de diversos projetos culturais e educacionais, sendo a primeira a trazer alunos do Projeto para montar uma exposição na Casa da Cultura de Alcobaça, tendo grande repercussão e importância para a valorização desta comunidade. Nos últimos anos, a professora continuou trabalhando neste Projeto, onde era responsável pela Escola Núcleo Eloi Ferreira, e várias escolas rurais distanciadas, findando assim sua carreira na educação.
Hoje, aposentada, vive muito feliz por ter ajudado tantas pessoas e ter se realizado profissionalmente, como ela mesma considera. Diante de tantos feitos importantes, vemos que o que Kátia fez dentro do ambiente escolar não ficou apenas preso entre as paredes das salas de aula, mas sim foi refletido como benefícios para a cultura do nosso município e para a formação cidadã de todos os que tiveram o privilégio de conhecê-la como educadora. Porque o conhecimento se multiplica quando aprendemos, aplicamos no dia-a-dia, e mudamos o mundo para melhor.
É assim que se faz educação.

SulBahiaNews - A publicação do texto está autorizada desde que o veículo cite a fonte.
Comente esta notícia:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
+ Educação
TEIXEIRA DE FREITAS
Estudantes da Universidade Federal em Teixeira ganham notebooks

Os estudantes da(UFSB) receberam computadores para auxílio nas atividades acadêmicas, que foram entregues pelo reitor Naomar Almeida e pelo prefeito João Bosco
EDUCAÇÃO
IF Baiano Campus Teixeira de Freitas oferta 225 vagas em Processo Seletivo 2015

Oportunidade para cursos de Florestas, Agropecuária, Administração e Hospedagem
EDUCAÇÃO
Escolas vão exigir o nome limpo dos pais na hora da matrícula

Novo modelo de contrato definido por escolas particulares exige o nome limpo de pais dos alunos. Para Procon, prática é abusiva
ESCOLA
Após duas décadas Colégio Ruy Barbosa está sob nova direção

Num processo democrático, Jairo Anísio Vieira Silva, foi escolhido para o cargo.
TEIXEIRA DE FREITAS
Vestibular FASB 2015/1 aconteceu neste domingo

Mais de mil candidatos se inscreveram no vestibular da FASB para tentar garantir uma das 650 vagas
EDUCAÇÃO
ONG lança campanha para incluir os pais na educação

Baseado em algumas atitudes, o movimento quer chamar a atenção para a influência da família no desempenho dos estudantes.
PUBLICIDADE


Últimas notícias

PUBLICIDADE
Página Inicial   Notícias   Colunas   Classificados   Vídeos   Áudios   Entretenimento   Mulher   Você Repórter   Newsletter

Agricultura | Bahia | Cidadania | Educação | Esporte | Geral | Justiça | Polícia | Política | Saúde | Turismo | Sustentabilidade | Legislativo


© 2006 - 2014 SulBahia News - Todos os direitos reservados

Contato | Sobre | Anunciar | Você Repórter | Newsletter - Desenvolvimento: Provoq Comunicação